A verdade é que quanto mais longe você fica, menos doloroso é o processo. Eu ainda aprendo a não gostar mais de você. Eu ainda aprendo a não viver daquele passado que de tão distante já está confuso na minha memória. Eu aprendo a viver sem tuas lembranças, sem vontade de te ter, sem ver meu coração saltando por você. Eu ainda aprendo a não sentir borboletas voando toda vez que você fala comigo. Eu aprendo a te esquecer. Não deveria ser tão difícil. Foi tão fácil pra você não lembrar de mim. E por favor, tenta não voltar. Toda vez que estou quase te esquecendo, que estou quase te desamando, você vem como um tornado e bagunça tudo novamente. Eu só te peço isso, se não me amas, não retornas. Quero aprender a não te amar, mas você precisa partir. Definitivamente.

Deixe um comentário