Eu queria poder te consolar. Queria mesmo poder aliviar essa tua dor. Não gosto de ver ninguém que eu gosto sofrendo, ainda mais por amor. A ferida que mais parece doer.
Eu não posso dizer "Eu sei como você está se sentindo" porque cada pessoa sente diferente.
Mas eu posso imaginar o quanto dói e tudo que te causa pensar na pessoa. Imagino que você fica pensando em todos os momentos que tiveram, todas as conversas, os sorrisos e uma hora vai ficar se perguntando: o que eu fiz de errado? Sei que essa dúvida vai te torturar e você vai pensar em mil modos diferentes de ter agido e vai pensar em voltar e consertar o que acha que está errado. Talvez chore pensando que poderia ser diferente, que ainda poderiam estar juntos. Talvez escute a música favorita dessa pessoa e chore mais um pouco. Talvez veja as fotos e se lamente por se achar idiota. Talvez deseje nunca ter conhecido essa pessoa ou talvez queira que isso tudo tivesse tido pelo menos um final decente.
Depois de um tempo você vai parar pra pensar e vai entender que errou, mas não pelo motivo que achava, errou pelo fato de ainda ter se torturado com tudo. Vai parar. Vai tentar seguir em frente. Vai sorrir. Vai lembrar do que passou e vai doer, mas vai doer menos. E vai ficando menos doloroso, você vai ver.
Vai dar tempo ao tempo. E vai pensar em amar muito ou não amar mais ninguém e enquanto se decide vai vendo a ferida cicatrizar, aos poucos. E talvez quando você menos esperar, quando cansar de procurar vai encontrar quem te entenda e que te queira de verdade, ame esse teu jeito e que realmente mereça esse teu coração.
Enquanto isso, tenta ficar bem, por favor.

Deixe um comentário